5 meses de Nova Zelândia em 2 minutos!

Compramos um campervan e viajamos por toda a Nova Zelândia durante 5 meses, durante esses meses filmamos um segundo todos os dias, o resultado está aqui!

     Finalmente chegamos no Brasil e por mais que estivéssemos morrendo de saudades dos familiares e amigos, saber que não vamos pisar tão cedo em terras Neozelandesas é de entristecer o coração. Já estamos sentindo falta de tudo.

     Mesmo longe do que se tornou nosso segundo lar, cada detalhe precioso desta viagem está guardado com muito carinho! E isso é impossível de se estragar, se perder ou ser tirado de nós, pois são nossas memórias.

     Sempre gostamos muito de viajar, mas nunca tínhamos feito nada parecido… Quero dizer, nós vamos chegar lá sem conhecer nada nem ninguém, vamos comprar um carro – mesmo sem saber nada sobre – e vamos morar… ahn, onde vamos morar mesmo? No carro…?!

     E dirigir? O plano era rodar o país todo de carro, mas será que vai funcionar? Mal dirigimos aqui em São Paulo! Não vamos nem pra praia de carro! Será que daremos conta?

     Confesso que algumas – muitas – vezes pensei em desistir “…será que não é melhor dormir em hostels e viajar de ônibus?” Esses pensamentos são inevitáveis e foram companheiros constantes nos dias próximos à viagem.

     A grande verdade, no entanto, é que a vida só requer uma coisa de nós: coragem, não é mesmo? Então vamos nessa!

     E foi assim que vivemos os melhores meses de nossas vidas!

     Conhecemos lugares desses que a gente só vê em filme, sabe? Senhor dos Aneis que o diga!

     Fizemos amizades que naturalmente não faríamos, como o caso do Mani - Ilhas Fiji - e do Munir - Paquistão.

     Dormimos em lugares tão incríveis e estrelados que é até difícil descrever.

     Descobrimos que 4 minutos é mais que suficiente para se tomar um banho completo (lavando o cabelo e tudo mais)!

     E por outro lado, também aprendemos que ficar 2 dias sem banho nem é tão ruim assim, hehe.

     Fizemos kayak pela primeira vez, vimos focas e pinguins cada um em seu habitat natural também pela primeira vez.

     Sentimos saudades, rimos, nos desesperamos e nos surpreendemos ao trabalhar por 3 semanas em um canteiro de obras.

     Aprendemos a lavar louça com 500mL de água e a “lavar” o carro sem uma gota sequer!

     Dirigimos 13 mil km em 5 meses, trocamos um pneu na grama – com uma pequena ajuda, confesso – e também descobrimos que a palavra kiwi significa muito mais que apenas uma fruta!

     Por esses e muitos outros motivos gostaria de agradecer a este país maravilhoso por tamanha receptividade, hospitalidade e por tantos momentos singulares!

     Obrigada New Zealand, a gente te ama! Obrigada por nos fazer pessoas melhores nesses 5 meses que moramos aí!

     PS: e afinal, não é que esse negócio de sair da tal zona de conforto funciona mesmo?

Você tem uma história incrível para contar? Adicionar seu próprio artigo