Fatos sobre a Nova Zelândia

Plantas e animais da Nova Zelândia

Desde que a Nova Zelândia se afastou do supercontinente, flora e fauna únicas se desenvolveram, deixando uma terra repleta de plantas e criaturas interessantes.

Plantas

A precipitação elevada e as muitas horas de sol da Nova Zelândia proporcionam ao país uma flora exuberante e diversificada, com 80% da flora sendo nativa.

Árvores e arbustos

Você ficará surpreso com as majestosas florestas nativas sempre verdes da Nova Zelândia que incluem rimu, totara, muitas variedades de faia e a maior árvore nativa de todas, a gigante kauri. Abaixo das árvores você encontrará uma densa e esplêndida vegetação rasteira de incontáveis arbustos nativos, uma variedade de samambaias e muitos musgos e líquens.

Diversidade de cores

As flores amarelas da árvore kowhai são algumas da mais lindas que você verá e se visitar North Island, você não estará longe da bela árvore pohutukawa. Suas brilhantes flores vermelhas florescem em dezembro, dando a ela o título de árvore de Natal da Nova Zelândia.

Animais

Antes dos humanos se estabelecerem na Nova Zelândia, ela devia ser um local extremamente barulhento! Grandes extensões de terra de mata nativa exuberante abrigavam uma incrível variedade de aves. À medida que evoluíram, as asas se tornaram desnecessárias para algumas aves, pois elas não tinham predadores naturais dos quais fugir. Como resultado, várias aves nativas da Nova Zelândia se tornaram incapazes de voar, incluindo o papagaio kakapo, o quivi, o takahe e a maior ave do mundo, a moa (atualmente extinta).

Quando os maoris e os europeus colonizaram a Nova Zelândia, eles caçaram aves e trouxeram predadores, inclusive ratos e arminhos. Isso, aliado à perda do habitat, levou à extinção de várias aves, incluindo a moa e a huia.

Aves nativas

O símbolo nacional da Nova Zelândia é uma ave noturna incapaz de voar com narinas na extremidade de seu grande bico. Atualmente o quivi está ameaçado de extinção e é difícil de observá-lo na natureza. Entretanto, há várias "casas de quivi" nos zoológicos e parques de animais selvagens. Embora possam parecer engraçadinhos, os quivis podem ser ferozes e altamente territoriais.

A seguir, algumas outras aves nativas famosas da Nova Zelândia:

  • O brincalhão kea é uma das aves mais inteligentes do mundo e atacará com muita alegria um carro para roubar um limpador de para-brisa ou outros pedaços de borracha!
  • O adorável weka é uma ave incapaz de voar que sente atração por objetos brilhantes.
  • O takahe tem uma bela plumagem azulada e bico vermelho brilhante.
  • O tui é famoso por seu belo canto e "colarinho de padre".
  • A coruja morepork tem esse nome em razão do som de seu pio, sempre ouvido à noite.

A antiga tuatara

A tuatara é uma relíquia única do passado: o único réptil com cabeça em bico no mundo. Todas as espécies dessa família de répteis, exceto a tuatara, morreram há cerca de 65 milhões de anos. A tuatara pode viver por mais de 100 anos e é encontrada apenas em ilhas costeiras protegidas. A tuatara não é uma ameaça aos humanos.

Vida no mar

A Nova Zelândia tem uma vida marinha abundante e variada, e a observação de baleias e o nado com golfinhos são duas de nossas experiências mais recomendadas. O pequeno golfinho-de-hector é o golfinho mais raro do mundo e encontrado apenas nas águas da Nova Zelândia. Focas, pinguins e toda uma gama de peixes e moluscos também se desenvolvem no ambiente marinho fértil da Nova Zelândia. 

Parques nacionais e reservas marinhas

Mais de 20 por cento da Nova Zelândia são cobertos por parques nacionais, áreas e reservas florestais, e esses são os melhores locais para se observar nossa flora e fauna nativas. Nosso continente também tem duas áreas de patrimônio da humanidade: Tongariro no centro de North Island e Te Wahipounamu, no sudoeste de South Island.

Nossos 14 parques nacionais contêm uma incrível variedade de paisagem e vegetação intacta. Administrados e mantidos pelo Departamento de Conservação, esses parques oferecem a chance de aproveitar uma ampla variedade de atividades, incluindo caminhada, ciclismo de montanha, esqui, snowboarding, canoagem e pesca de trutas.

Para observar as criaturas nativas do mar, visite uma das 34 reservas marinhas da Nova Zelândia. Uma política rígida anticaptura é adotada nessas áreas, ou seja, não é permitida pesca ou captura de frutos do mar. Esses locais submersos maravilhosos, que incluem as mundialmente reconhecidas Poor Knights Islands, são mais bem aproveitados em cruzeiros de barco e viagens com mergulho ou mergulho com snorkel.