Os gigantes das profundezas

Sempre houve uma profunda relação entre o tangata whenua (povo da terra) da Nova Zelândia e as baleias que embelezam suas águas.

Como filhas de Tangaroa, o deus do mar, as baleias têm uma presença marcante na mitologia Maori.

Christchurch - Canterbury
Colônia de focas em Kaikoura, Christchurch - Canterbury

By Sara Orme

Encontros de perto com a vida selvagem em seu habitat natural

Um mundo novo além do horizonte

Com a Hikurangi Trench a apenas 80 quilômetros da costa, Kaikoura se tornou, nos últimos anos, o principal destino de quem deseja encontrar esses gigantes do oceano.

Com mais de três quilômetros e meio de profundidade em alguns pontos, a fenda atrai uma rica variedade de vida marinha das profundezas, incluindo baleias cachalotes, orcas, baleias azuis e baleias jubartes.

Ao olhar para as baleias, sempre acreditamos que elas são mais do que animais. Existe uma ligação espiritual, uma ligação mitológica.

Thomas Kahu Whale Watch Kaikoura guide

A história de Paikea

Talvez a história mais famosa da ligação dos Maori com as baleias é a de Paikea, o encantador de baleias. Nascido em Kahutia-te-rangi, ele foi resgatado por um grupo de baleias jubarte de uma waka (canoa) que afundava, assim assumindo o nome de Paikea (nome Maori para baleia jubarte) em reconhecimento pelo seu auxílio.

Houve uma referência a essa lenda no filme mundialmente famoso Encantadora de Baleias, de 2002.

O filme aclamado pela crítica "Encantadora de Baleias" conta a história da jornada da jovem Paikea Apirana até se tornar chefe de sua tribo. Para realizar seu sonho, ela deve conhecer a história de seu povo e a ligação com as grandiosas baleias jubarte.

Next on your journey

Kaikoura - trilhas de caminhada e observação da vida selvagem →

Kaikoura Peninsula Walkway →

Experiências com a vida selvagem muito procuradas na Nova Zelândia →

Top of the South →