Vila de pescadores Jackson Bay

Você está aqui

Explore uma parte da Nova Zelândia que fica esplendidamente isolada; há mais moradores focas e pinguins do que pessoas.

Ao sul de Haast, o litoral vai em direção ao oeste ao longo de uma baía de 24 quilômetros, em uma curvatura delicada até Jackson Head. Este cabo oferece abrigo contra a direção do vento prevalecente, e aqui um porto de pesca sobrevive desde os primeiros dias pioneiros de caça às focas. Jackson Head também marca a extremidade sul das estreitas planícies fluviais da costa oeste. Além deste ponto, as cadeias de montanhas íngremes caem diretamente no mar, o primeiro dos profundos fiordes glaciais está apenas a 60 quilômetros de distância.

As tribos Maoris pré-europeias prosperavam nessa área, comercializando a valiosa pedra verde (jade) dos Red Hills e do vale do Cascade River. Tentativas de colonizadores europeus de conquistar e cultivar essa terra desafiadora mostraram-se infrutíferas. A maioria logo mudou mais ao norte da costa ou pelas montanhas até Queenstown.

A vila pesqueira de Jackson Bay oferece vistas espetaculares do oceano e dos Southern Alps, que são frequentemente pintados de rosa pelo sol poente. Há várias boas trilhas na área, variando de uma caminhada de 15 minutos até o mirante de Jackson Viewpoint até uma trilha de dois dias que retorna ao longo da costa.

Jackson Bay é uma das únicas duas áreas conhecidas na South Westland usadas como área de criação dos raros golfinhos-de-hector fêmeas e seus filhotes.

Quando você visita esta região remota e geograficamente variada, é fácil ver o porquê foi designada como Área de Patrimônio da Humanidade.

Localizar & reservar voos