17 Dias

2707 km

Destaques

  • Nade com golfinhos
  • Fique embaixo de árvores Kauri gigantes
  • Explore a Rotorua geotérmica

Proximidade

OPÇÕES DE VIAGEM SEM CARRO

Descubra o melhor da Ilha Norte nesta viagem de 17 dias a partir de Auckland.

Nesta viagem, você conhecerá a Ilha Norte de cima a baixo, incluindo entretenimento urbano, praias, atrações geotérmicas, mistérios subterrâneos e muito mais.

Dias 1 - 2: Auckland até Paihia

Northland & Bay of Islands
Poor Knights Islands, Northland & Bay of Islands
northland

NORTHLAND

Um lugar de história, praias extensas e árvores gigantes

Destaques

  • Poor Knights Island
  • Experiências culturais Maori
  • Locais históricos

Proximidade

De Auckland, siga para Whangarei, cidade subtropical à beira de um belo porto. Não muito longe fica Tutukaka, que dá acesso às Poor Knights Islands.

Seguindo em direção ao norte, você passará pela cidadezinha de Kawakawa, famosa por seu banheiro público, cuja estrutura de mosaicos, cobre e pedrinhas foi a última construção projetada pelo artista austríaco Frederick Hundertwasser.

Paihia é uma ótima base para conhecer a Bay of Islands. Faça um passeio de barco até as ilhas mais distantes ou vá de ferry até a charmosa Russell. A histórica Treaty House em Waitangi marca o início da Nova Zelândia como nação.

Dia 3: Paihia até Kaitaia

Northland & Bay of Islands
Ninety Mile Beach, Northland & Bay of Islands

Destaques

  • Haruru Falls
  • Cape Reinga
  • Ninety Mile Beach

Proximidade

MAIS SOBRE KAITAIA

Porta de entrada para Far North, Cape Reinga e Ninety Mile Beach.

Saiba mais

Passe o dia descobrindo o extremo norte da Ilha Norte. Viaje até Cape Reinga, onde o Mar da Tasmânia encontra o poderoso Oceano Pacífico. Em dias bons, é possível ver uma linha de espuma branca onde o mar e o oceano se encontram. O povo maori considera o local sagrado: acreditam que aqui os espíritos dos mortos saltam no oceano para voltar à sua terra ancestral.

De Cape Reinga, siga para Ninety Mile Beach, onde é possível praticar sandboard em enorme dunas de areia e procurar mariscos frescos, antes de seguir para Kaitaia para passar a noite.

Dias 4 - 5: Kaitaia até Auckland via Dargaville

Auckland
Waiheke Island, Auckland
auckland

AUCKLAND

Vibrante estilo urbano e paisagens espetaculares.

Destaques

  • Árvores kauri e Tane Mahuta
  • Matakohe Kauri Museum
  • Vinícolas de Waiheke

Proximidade

  • by car:

    4h40 | 345 km via SH12 & SH1

  • by bus:

    6h40 | Auckland direto por Intercity

O trajeto rural até Dargaville passa pela maravilhosa Waipoua Forest, que abriga as maiores árvores kauri da Nova Zelândia.Não muito longe de Dargaville ficam os belíssimos lagos Kai Iwi, cercados de dunas, área muito utilizada para acampamento. De Dargaville, atravesse a planície fluvial até o museu kauri de Matakohe, onde você descobrirá a fascinante história das serrarias de kauri e dos caçadores de resina.

Maior cidade da Nova Zelândia, Auckland fica entre dois portos e está pontilhada por 48 cones vulcânicos extintos. É o lugar perfeito para curtir aventuras marítimas, rotas de vinho, caminhadas pela mata e sofisticação urbana.

Dias 6 - 7: Auckland até Rotorua via Hobbiton

Waikato
Hobbiton, Waikato, Waikato

Destaques

  • Hobbiton Movie Set
  • Atrações geotérmicas
  • Experiências culturais Maori

Proximidade

  • by car:

    3h15 | 251 km via SH1, SH27 & SH5

  • by bus:

    3h30 | pela Intercity ou NakedBus

HOBBITION EM 360

Conheça os bastidores do cenário real da Terra Média.

Veja mais

Ao sair de Auckland, você atravessará áreas rurais verdejantes até chegar a Matamata. É fácil entender por que Peter Jackson escolheu esta região para ser O Condado das trilogias O Senhor dos Anéis e O Hobbit. Visite o Hobbiton Movie Set e descubra como esse lugar imaginário ganhou vida.

Seguindo em direção ao sudeste por florestas e áreas rurais, você chegará a Rotorua. Localizada bem no Círculo de Fogo do Pacífico, a atividade vulcânica faz parte do passado e do presente da cidade. Descubra as áreas geotérmicas, a cultura maori, experimente uma das muitas atividades de aventura da cidade. Rotorua é divertida em todas as épocas do ano.

Dia 8: Rotorua até Whakatane

Rock arch on Moutohora Island Sanctuary, Nova Zelândia

Destaques

  • Excursões vulcânicas na White Island
  • Lake Rotoiti, Rotoehu e Rotoma
  • Locais históricos maori

Proximidade

EXPLORE WHITE ISLAND

Aprenda mais sobre o único vulcão marinho ativo da Nova Zelândia.

Saiba mais

Antes de seguir viagem até Whakatane, você pode passar o dia curtindo algumas das diversas atividades de Rotorua, que incluem mountain biking, rafting e novos esportes de aventura, como zorbing.

Outra opção é seguir diretamente para Whakatane e visitar o vulcão mais ativo da Nova Zelândia. Pegue um barco ou helicóptero até White Island e descubra fumarolas, enormes crateras e minas de enxofre abandonadas. Além do vulcão, as atrações de Whakatane incluem museu, observatório e locais históricos maoris. Durante o verão, também é possível nadar com golfinhos.

Dias 9 - 10: Whakatane até Gisborne

A breve viagem até Opotiki passa por Ohope, uma simpática cidadezinha costeira com quilômetros de praias, onde se pode nadar, caminhar, surfar e pescar.

Há muito para se ver e fazer no trajeto de carro pela margem do East Cape, como a igreja maori ornamentada em Tikitiki e o histórico ancoradouro de 660 metros em Tolaga Bay. Quem preferir uma viagem mais curta pode fazer o caminho interno direto para Gisborne pela State Highway 2.

Gisborne é uma cidade ensolarada, famosa por seus bons vinhos e praias fantásticas para surfe. Há mais de 20 vinhedos na região, muitos dos quais se especializam no cultivo de Chardonnay. Próximo ao centro da cidade, é possível visitar a Kaiti Beach, onde os primeiros europeus desembarcaram na Nova Zelândia.

Dia 11: Gisborne até Napier

Hawke's Bay
Hawke's Bay Cycle Trail, Hawke's Bay
hawkes-bay

HAWKE'S BAY

Descubra vinícolas, vida selvagem e design Art Déco

Destaques

  • Trilhas para caminhada e ciclismo
  • Colônia de atobás em Cape Kidnappers
  • Visitas a vinícolas

Proximidade

Há duas maneiras de se fazer a viagem até Napier. A rota interna passa pelo Hackfalls Arboretum, um dos maiores bosques particulares da Nova Zelândia. A rota costeira dá acesso a Morere Hot Springs e às maravilhosas praias da Mahia Peninsula. Ambas as rotas levam à cidade de Wairoa, conhecida por seu farol na rua principal.

Napier é famosa por sua arquitetura característica. Após o terremoto avassalador de 1931, a cidade foi reconstruída no estilo Art Déco da época. Os arquitetos acrescentaram motivos maoris a várias construções, deixando-as com a cara da Nova Zelândia. Fora da cidade, Hawke's Bay é uma região cheia de vinhedos e pomares.

Dias 12 - 13: Napier até Wellington

Wellington
Wellington's craft brewing culture, Wellington
wellington

WELLINGTON

Uma mistura de cultura, história, natureza e culinária.

Destaques

  • Cafés, bares e restaurantes animados
  • Vinícolas em Wairarapa
  • Museus e galerias

Proximidade

  • by car:

    4h20 | 230 km via SH2

  • by bus:

    5h25 | via Kapiti Coast pela Intercity

Aprecie a paisagem verde e impecável de Wairarapa enquanto segue para o sul. Carterton é um bom lugar para comprar suvenires de concha de paua. Greytown tem muitos exemplos belíssimos de arquitetura vitoriana, além de um museu peculiar.

Wellington é compacta, repleta de cultura e personalidade. O centro da cidade é ideal para passeios a pé. Aproveite a diversidade de cafés, restaurantes, museus e casas de show que a cidade oferece.

As atrações mais populares incluem o Te Papa Museum, o bondinho, a Weta Workshop e o Zealandia Wildlife Sanctuary.

Dia 14: Wellington até Tongariro National Park

Tongariro Alpine Crossing, Nova Zelândia

Destaques

  • Trilhas e caminhadas
  • Paisagens vulcânicas
  • Áreas históricas

Proximidade

TONGARIRO NATIONAL PARK

Saiba mais sobre o primeiro parque nacional da Nova Zelândia.

Saiba mais

O caminho até Whanganui pela Kapiti Coast tem muitos pontos positivos. Próximo a Waikanae fica Kapiti Island, reserva natural onde é possível ver aves raras de perto. A cidade de Whanganui tem uma longa história. Conheça com calma as áreas históricas restauradas, ou faça uma expedição pelo rio. Outra opção é subir até o alto da Durie Hill pelo elevador histórico.

Siga pelo planalto vulcânico do Tongariro National Park. Turangi é pequena, mas tem ótima localização para quem quer se aventurar pelo parque. A Tongariro Alpine Crossing, em especial, é considerada uma das melhores trilhas de caminhada curta do mundo.

Dia 15: Turangi até Taupo

Taupō
Entalhes na Mine Bay, Taupō
lake-taupo

LAKE TAUPO

Repleta de atividades ao ar livre e esportes aquáticos.

Destaques

  • Rochas esculpidas pelos maoris em Mine Bay
  • Huka Falls e barco a jato
  • Pesca de truta

Proximidade

A partir de Turangi, siga a margem leste do lago até chegar à cidade de Taupo. O caminho é repleto de paisagens e oportunidades para piqueniques. É comum ver pescadores tentando a sorte nos pontos onde os córregos chegam ao lago.

Taupo fica à beira do maior lago da Nova Zelândia, com grande diversidade de atividades ao ar livre, tanto na água quanto em terra firme. Visite as deslumbrantes Huka Falls, relaxe nas piscinas térmicas, ou faça um passeio de barco ou caiaque para ver as rochas esculpidas pelos maoris em Mine Bay. Assim como a vizinha Rotorua, Taupo apresenta atividade geotérmica: visite Craters of the Moon ou Orakei Korako para ver fumarolas e piscinas de lama borbulhante.

Dia 16: Taupo até Waitomo Caves

Waikato
Waitomo Glowworm Caves, Waikato

Destaques

  • Cavernas iluminadas por larvas luminosas
  • Hamilton Botanical Gardens
  • Otorohanga Kiwi House

Proximidade

WAITOMO CAVES

Descubra um labirinto de cavernas, cenotes e rios subterrâneos.

Saiba mais

O caminho para Waitomo passa por áreas rurais, lagos e florestas. Quem gosta de caminhar pode curtir o belíssimo Pureora Forest Park, enquanto os entusiastas da pesca de truta podem tentar a sorte no Lake Whakamaru. Após passar pelo município de Te Kuiti, vire à esquerda em direção a Waitomo.

A região de Waitomo Caves é famosa por seu esplendor subterrâneo. Sob a superfície desta antiga região calcária há uma série de enormes sistemas de cavernas decoradas com estalactites, estalagmites e larvas luminosas. Escolha o seu nível desejado de aventura entre caminhadas guiadas, passeios tranquilos de barco, rafting em águas escuras, exploração de cavernas e rapel no abismo.

Dia 17: Volta para Auckland via Hamilton

Waikato
Raglan, Waikato

Destaques

  • Surfe em Raglan
  • Waikato Museum
  • Zealong Tea Estate

Proximidade

EXPERIÊNCIAS IMPERDÍVEIS EM AUCKLAND

Descubra uma combinação de delícias metropolitanas e paisagens naturais.

Saiba mais

No caminho de volta para Auckland, faça uma parada no lar das aves kiwi em Otorohanga e conheça o símbolo nacional da Nova Zelândia.

Se tiver ânimo para um desvio, siga para oeste até Raglan, bela praia de areia preta que está entre as preferidas dos surfistas, ou passe um tempo conhecendo a cidade ribeirinha de Hamilton. A cidade tem lindos jardins botânicos e um incrível aviário no Hamilton Zoo. Na State Highway 1, logo ao norte de Te Kauwhata, você pode visitar o Jade Museum, onde poderá comprar diversas joias e lembranças feitas com a jade neozelandesa (pounamu) antes de voltar para casa.

Veja a rota abaixo

Você também pode estar interessado em...