Ulva Island / Te Wharawhara Marine Reserve

Você está aqui

Mariscos pré-históricos que se alimentam por filtragem chamados de braquiópodes abundam nas águas de Paterson Inlet. São fósseis vivos da era paleozoica.

Ulva Island/Te Wharawhara Marine Reserve protege uma grande área de Paterson Inlet em Stewart Island. A entrada é um vale raso, um antigo vale de rio que apareceu. Como os rios que correm até ela são originados em terras virgens, eles possuem poucos sedimentos ou nutrientes. Devido a isso, muitas espécies vivem nas águas da entrada, incluindo kina, pepinos do mar, estrelas do mar e braquiópodes.Paterson Inlet também é um habitat importante e berçário de pelo menos 56 espécies de peixes marinhos. A mistura de águas quentes, subtropicais e subantárticas nas correntes ao redor de Stewart Island/Rakiura tem contribuído para a diversidade de espécies encontradas na entrada.Os braquiópodos são as conchas de filtro mais antigas. Eles eram abundantes nos oceanos pré-históricos no início da vida, há 300 a 550 milhões de anos, durante o período Paleozoico. Hoje em dia, seus fósseis são comuns, mas exemplos viventes são comparativamente raros.Paterson Inlet abriga espécies de braquiópodos que vivem em rochas e sedimentos, em profundidades de menos de 20 metros. Isso faz da entrada um dos habitats de braquiópodos mais ricos e mais acessíveis do mundo.Stewart Island/Rakiura tem mais variedades de algas marinhas que qualquer outro lugar na Nova Zelândia. Paterson Inlet abriga 70% delas, incluindo 56 espécies de kelps marrons, 31 verdes e 174 vermelhos. As florestas de algas marinhas oferecem habitat, proteção e alimentação para dar suporte a diversas populações de peixes e mamíferos marinhos.Mergulhos podem ser feitos em Oban ou Invercargill. Você também pode explorar a área ao redor de Ulva Island em um safari de caiaque.
Localizar & reservar voos