Great Walks - Whanganui Journey

5 DAYS

145 KM

Destaques

  • Native forest and beautiful birdsong
  • Ancient Maori heritage
  • A wild river journey

Proximidade

Grade

Canoe journey

Percorra o Whanganui River, sem tocar os pés no chão. Essa inesquecível aventura de caiaque ou canoa passa por um parque nacional de beleza selvagem.

145 quilômetros - 5 dias

Deixe a água levar você

Com 290 quilômetros de comprimento, o místico Whanganui River é um dos rios mais longos do país. Esta magnífica aventura em canoa ou caiaque percorre 145 quilômetros de pura aventura no coração de florestas primitivas de um imenso parque nacional. A viagem oferece todas as maravilhas naturais de uma Great Walk sem a necessidade de caminhar.

A viagem de cinco dias leva você além dos limites da civilização moderna. Seguindo o curso do rio, através de cânions íngremes, há 200 corredeiras para navegar; porém, em condições normais, o nível de dificuldade nunca é superior ao nível dois, por isso o local é perfeito para os iniciantes.

Com exceção de uma pequena cidade que fica a dois dias de distância seguindo o curso do rio, não há lojas, rodovias ou povoados ao longo do caminho; apenas paz, tranquilidade, inúmeros pássaros e florestas nativas que tomam conta dos penhascos ao longo da margem do rio.

Curta todas as noites sob um tapete de estrelas. As tendas são armadas em acampamentos com apenas as necessidades básicas: água, banheiros e abrigos para cozinhar. Um dos destaques da viagem é a opção de passar uma noite imerso nas tradições, costumes e hospitalidade maori no antigo Maori pa (fortaleza) Tieke Kainga.

Uma terra áspera com um coração suave

A região ao redor da Whanganui River Journey é remota e possui terreno irregular. Os vales em meio a montanhas íngremes e cobertas por florestas estendem-se até onde a vista alcança. Sob a vegetação exuberante e os solos vulcânicos férteis, a terra é predominantemente de arenito macio e argilito (papa) que emergiram do fundo do mar há um milhão de anos. Com o tempo, a vias fluviais naturais erodiram a terra para formar gargantas profundas, cristas bem definidas, faces de penhascos verticais e inúmeras quedas d'água. Conforme você percorre o caminho pelo Whanganui River, a terra se eleva de forma íngreme por todos os lados, dando a sensação de que você está incrustado nas profundezas da floresta.

Não é preciso levar caiaque

É extraordinariamente fácil aproveitar as maravilhas da Whanganui River Journey. Caiaques de uma ou duas pessoas e canoas abertas (canadenses) podem ser alugadas em Taumaranui, junto com qualquer outro equipamento necessário. Várias empresas oferecem viagens guiadas informativas, enquanto viagens mais curtas também podem ser agendadas com paradas de barcos a jato nas áreas de acampamento remotas.

Um anfiteatro para o canto dos pássaros

As florestas verticais concentram as melodias da abundante variedade de pássaros nativos. O dia começa com um coro na alvorada e continua ao longo de todo o dia. O rechonchudo kereru (o pombo-torcaz) despenca do topo da floresta antes de ganhar velocidade suficiente para decolar novamente antes de aterrissar na folhagem em busca de frutas silvestres. Eles são os bombardeiros de Lancaster nas florestas da Nova Zelândia.

O tui nativo, com seu canto que parecem badaladas de sino e insistentes sons de tosse, estalado e chocalho, são notórios por suas penas escuras, metálicas e brilhantes, e o tufo de branco no pescoço. Rhipiduras executam manobras aéreas incríveis perseguindo insetos enquanto os sons de pintarroxos, grey warblers e tomtits também podem ser ouvidos. Ao entardecer, em torno da John Coull Hut, morcegos de rabo longo podem ser vistos cruzando o rio acima do topo da floresta. E, à noite, o grito agudo do kiwi pode ser ouvido com frequência.

A ponte para lugar nenhum

Em um determinado ponto, você pode deixar sua canoa e seguir uma trilha de caminhada fácil para descobrir uma ponte no meio do nada. Escondida na floresta, totalmente isolada de qualquer sinal da civilização, esta impressionante ponte de concreto cobre uma ravina profunda. Ela foi construída em 1936 para melhorar o acesso ao acampamento de soldados do Mangapurua Valley. Esta área foi abandonada em 1942, então a ponte foi usada somente por seis anos. Hoje ela oferece uma plataforma perfeita para uma vista de todo o topo da floresta.

Outras atividades na área

Há inúmeras trilhas de caminhada no Parque Nacional de Whanganui, desde curtas caminhadas a aventuras de vários dias. Você também pode pescar trutas comuns ou trutas arco-íris. Um barco histórico restaurado transporta visitantes ao longo dos pontos mais distantes do rio a partir da cidade de Wanganui, ou você pode fazer uma viagem mais rápida em um barco a jato.

Quando as montanhas lutam, os grandes rios nascem

Conta a lenda Maori que o Whanganui River foi criado pelo Mount Taranaki quando ele fugiu da ira do Mount Tongariro, no centro da North Island. Taranaki tentou seduzir a mulher de Tongariro, a bela Mount Pihanga. Enfurecido, Tongariro entrou em erupção e banhou Taranaki em lava derretida e cinza ardente. Derrotado e infeliz, Taranaki escapou para o oeste, escavando uma trilha no mar antes de ir para o norte, sua localização atual. Água límpida fluiu da lateral de Tongariro para encher a trilha e criar o Whanganui River.

A história acompanha o fluxo

O povo Maori primitivo explorou e povoou a beira do Whanganui River. Eles cultivaram o solo fértil e criaram armadilhas sofisticadas para lampreias e enguias. Até hoje, o rio detém um significado espiritual profundo para o povo Maori.
Os missionários europeus chegaram em torno de 1840 e, 50 anos mais tarde, os barcos estavam atendendo a colonizadores europeus em pontos tão distantes quanto Taumarunui. As viagens de passageiros floresceram conforme os primeiros turistas, motivados inicialmente pela falta de boas estradas, descobriram a notável beleza natural do rio.

Em 1920, as estradas de e para as atrações vulcânicas da parte central da North Island começaram a melhorar e o serviço de barcos acabou desaparecendo. Os interesses na agricultura começaram então a crescer na área, o que fez com que os primeiros grupos de conservação procurassem proteção para o meio ambiente. Esses esforços visionários criaram a base para o que se tornou o Parque Nacional de Whanganui: 742 quilômetros quadrados de vida selvagem pura e intocada, e a Whanganui River Journey percorre seu interior.

Reservar um passeio com uma agência de turismo

Diversas agências de turismo especializadas podem ajudar você a tornar essa experiência uma realidade. Não importa se esteja à procura de uma excursão guiada ou de acomodações ao longo da trilha; consulte nossas listagens de empresas e encontre a experiência de caminhada ideal para você.

Reservar um passeio por conta própria

Se desejar fazer uma Great Walk por conta própria, você precisará reservar as acomodações com antecedência através dos Centros de Visitantes do Departamento de Conservação (DOC).

  • Great Walks Taxas e Reservas
  • Os Centros de Visitantes do Departamento de Conservação (DOC) espalhados pelo país poderão fazer reservas de cabanas ou de acampamentos em seu nome. São cobradas taxas de reserva.
  • Ligue para +64-3-249 8514, envie um fax para +64-3-249 8515 ou um e-mail para greatwalksbooking@doc.govt.nz

Mais informações

Localizar & reservar voos