Great Walks - Lake Waikaremoana

3-4 DAYS

46 KM

Destaques

  • Prehistoric rainforest
  • Perfect sunsets
  • Birdsong & history

Proximidade

Grade

Intermediate

Você está aqui

Viaje ao mundo encantado verde que cerca o belo Lake Waikaremoana. Aventure-se pela floresta tropical, pelos pântanos e por uma "floresta de goblins" mágica.

46 km - 3 a 4 dias 

Um místico mundo verde

A trilha do Lake Waikaremoana tem a maior área de floresta nativa na North Island. Esta região é o lar ancestral do Ngai Tuhoe - os "Filhos da Névoa". Também é o lar de fadas míticas, as patupaiarehe, que dizer ser responsáveis por afastar as esposas dos guerreiros Maori. Deixe-se enfeitiçar pelo encanto da floresta e será capaz de ouvir o som das flautas e do riso malicioso dessas criaturas.

Inteiramente dentro dos limites do Te Urewera National Park, a Lake Waikaremoana Track, na maior parte, contorna as margens do grande lago. Ao longo de três ou quatro dias, a trilha conduz você através de uma floresta tropical impecável, áreas de vegetação rasteira em regeneração em pântanos e campos, além de uma mágica "floresta de duendes". Você também vai descobrir rios magníficos, quedas d'água e vales envoltos em névoa.

A escalada até os Panekire Bluffs é a seção mais difícil da trilha, mas revela as vistas mais belas - cenários abrangentes de todo o lado, das florestas e das montanhas que parecem não ter fim. 

Florestas nativas exuberantes e vegetação diversificada

Florestas de faias de folhas pequenas do hemisfério sul revestem a maior parte das áreas em torno do Lake Waikaremoana. Conforme a altitude aumenta, a faia vermelha dá lugar à faia prateada. O momento em que você encontra a "floresta dos duendes" fica guardado para sempre. Deteriorada pelo vento e pela neve do inverno, as árvores de faia prateada curvadas e retorcidas são adornadas por liquens e musgos.

Conforme você cruza as cabeceiras entre os braços do lago, verá árvores de rimu se destacando sobre as copas baixas da faia vermelha. As árvores de rimu apresentam ramos pendentes e folhas longas e pontudas. Outra espécie nativa que domina as copas superiores incluem miro, matai, totara, rata, tawa e uma variedade de samambaias. Se você é um aficionado pela botânica, faça as caminhadas com um livro sobre as árvores nativas da Nova Zelândia para que possa identificar cada uma das espécies.

Em locais com proteção parcial em torno das margens do lago, você descobrirá áreas pantanosas, de juncos, junça e campos. Entre os pântanos e as florestas, florescem arbustos baixos e linho.

O mar de águas ondulantes

Há mais de 2000 anos, muito antes dos humanos ocuparem a Nova Zelândia, um gigantesco desmoronamento bloqueou uma garganta estreita. Como resultado, o Waikaretaheke River retornou e inundou uma rede de vales ancestrais. O lago resultante, Waikaremoana, é o maior e mais profundo lago na North Island com uma área superficial de 54 quilômetros quadrados e uma profundidade de 256 metros.

Waikaremoana significa, em Maori, "mar de águas ondulantes". Durante a caminhada você pode capturar os humores do lago: vigoroso e texturizado quando a brisa está soprando e um verdadeiro espelho de tão calmo quando protegido pelos braços.

No verão, o lago oferece águas refrescantes para nadar. E por criar um significante quebra na paisagem, amplos cenários até montanhas dominadas por florestas atrairão você por toda a caminhada.

Pássaros de todos os tipos

O Te Urewera National Park oferece a você uma ideia das aves que já floresceram na Nova Zelândia. Ele é o lar de praticamente todas as espécies de pássaros de floresta nativos da North Island.

Você encontrará com frequência o kereru (pombo-torcaz), que pode ser reconhecido pelas topete branco e plumas de verde metálico. Algumas vezes o kereru se alimenta de frutas silvestres excessivamente maduras e fica bêbado, resultando em voos erráticos, pousos atrapalhados e quedas ocasionais dos galhos.

O canto melodioso do tui seguirá você por toda parte. Esse pássaro de porte médio tem uma plumagem escura e metálica e um tufo de penas brancas na garganta. Rhipiduras brincalhões aparecerão em trechos da trilha, perseguindo pequenos insetos que você agitou com seus pés durante o percurso. Patos-reais cinza e patos do paraíso vivem nas margens do lago, enquanto os martins-pescadores e as garças brancas são encontradas em áreas mais protegidas da praia.

No nascer e por do sol, cada pássaro da floresta integra a orquestra de cantos de pássaro; à noite, você vai ser embalado pelo chamado de "more pork" da ruru, nossa coruja nativa. Um outro som noturno para ouvir é o chamado do quivi. O Departamento de Conservação e um grupo de conservação Maori local estão trabalhando juntos para controlar os predadores introduzidos e aumentar a população local de quivis.

Outras atividades no Te Urewera National Park

Há várias caminhadas mais curtas no Te Urewera. Elas variam do desafiador Ruapani Circuit de seis horas, até um fácil passeio de 20 minutos até a bela Aniwani Falls. Para uma aventura subterrânea, tome a trilha das Onepoto Caves.

No Lake Waikaremoana, você pode alugar caiaques e canoas. Também é possível obter uma licença de pesca - as trutas marrons e arco-íris vivem no lago. No Lake Waikareiti, que é um pouco menor, o Departamento de Conservação tem barcos a remo para alugar.

Filhos da névoa

O povo Tuhoe viveu na região de Te Urewera por séculos e tem fortes laços espirituais com a terra.

Conta a lenda Maori que uma virgem da névoa celestial, Hine-pukohu-rangi, desceu até a terra e seduziu Te Maunga, a montanha, para que viesse até ela. O filho dessa união, Tuhoepotiki, era um ser mortal e seus descendentes formaram o povo Tuhoe.

Quando os colonizadores europeus começaram a chegar a Aotearoa Nova Zelândia, os Tuhoe sentiram-se menos ameaçados que as outras tribos porque sua terra era mais remota e mais acidentada. A área acabou se tornando um abrigo para duas proeminentes figuras do movimento anticolonial: o líder guerrilheiro Maori, Te Kooti, e, mais tarde, o profeta Rua. Os últimos tiros disparados como parte das guerras pelas terras da Nova Zelândia, entre os Maori e os Pakeha (europeus), são consideradas como tendo acontecido em Te Urewera, em 1872. Não havia acesso à área até 1930 e o parque nacional foi estabelecido apenas 24 anos mais tarde.

O isolamento e o respeito dos Tuhoe por suas florestas, montanhas, rios e lagos mantiveram os madeireiros e fazendeiros afastados de Te Urewera. É um tesouro vivo, totalmente dominado pela natureza. 

Reservar um passeio com uma agência de turismo

Diversas agências de turismo especializadas podem ajudar você a tornar essa experiência uma realidade. Não importa se esteja à procura de uma excursão guiada ou de acomodações ao longo da trilha; consulte nossas listagens de empresas e encontre a experiência de caminhada ideal para você.

Reservar um passeio por conta própria

Se desejar fazer uma Great Walk por conta própria, você precisará reservar as acomodações com antecedência através dos Centros de Visitantes do Departamento de Conservação (DOC).

  • Great Walks Taxas e Reservas
  • Os Centros de Visitantes do Departamento de Conservação (DOC) espalhados pelo país poderão fazer reservas de cabanas ou acampamentos em seu nome. Serão cobradas taxas de reserva.
  • Ligue para +64-3-249 8514, envie um fax para +64-3-249 8515 ou um e-mail para greatwalksbooking@doc.govt.nz

Mais informações

Localizar & reservar voos